Patrocínio


NABALA ESPORTES DE AVENTURA

Links Rapina
Parceiros



Site ProPoint


Site Milsim




Últimos assuntos
» dicas de sites de compras de armas
Ter Fev 16, 2016 8:36 am por HUGO

» Dicas de pistolas
Qui Nov 05, 2015 6:51 am por Gaúcho2

» Desmontagem GEARBOX v2
Sex Jun 26, 2015 6:28 pm por HUGO

» Desmontagem do M4 CM16 Raider Long da G&G
Qua Jun 24, 2015 11:18 pm por HUGO

» Jogo realizado na A.C.J dia 04-06-2015
Ter Jun 09, 2015 1:36 pm por rltmetall

» Review CM16 RAIDER LONG
Seg Jun 01, 2015 5:57 pm por rltmetall

» Carregador IMAX B6AC
Qui Maio 28, 2015 9:41 pm por rltmetall

» ACIDENTES EM AIRSOFT
Qua Maio 27, 2015 10:14 pm por HUGO

» NOSSO ESTATUTO
Sex Maio 08, 2015 11:14 pm por HUGO

Setembro 2018
SegTerQuaQuiSexSabDom
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Calendário Calendário

Estatísticas
Temos 429 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de Ferrazza

Os nossos membros postaram um total de 3476 mensagens em 778 assuntos
Teste sua conexão
Visitantes

IMPORTANTE - NOÇOES BÁSICAS DE PRIMEIROS SOCORROS

Ir em baixo

IMPORTANTE - NOÇOES BÁSICAS DE PRIMEIROS SOCORROS

Mensagem por GOMES em Dom Out 21, 2012 7:42 pm

Olá a todos os irmãos do airsoft,

Elaborei este topico com a ajuda de minha esposa que é tecnica em emfermagem, com o intuito de mostrar a importancia de se ter noções básicas primeiros socorros em nosso esporte.
Seguem algumas situaçoes que podem ocorrer durante um jogo/treino:



NOÇÕES BÁSICAS DE PRIMEIROS SOCORROS


I - A IMPORTÂNCIA DO
APRENDIZADO DE PRIMEIROS SOCORROS





Acidentes acontecem e a todo
o momento estamos expostos a inúmeras situações de risco que poderiam ser
evitadas se, no momento do acidente, a primeira pessoa a ter contato com o
paciente soubesse proceder corretamente na aplicação dos primeiros socorros.


Muitas vezes esse socorro é
decisivo para o futuro e a sobrevivência da vítima.





II - OS PRINCÍPIOS BÁSICOS
DO ATENDIMENTO DE EMERGÊNCIA





Baseia-se nos três R:







RAPIDEZ NO ATENDIMENTO



RECONHECIMENTO DAS LESÕES



REPARAÇÃO DAS LESÕES



III - Um
kit básico de primeiros socorros para casa deve incluir:


- Tesoura;
- Analgésicos;
- Remédios para náuseas e vomitos;
- Luvas cirúrgicas;
- Esparadrapo;
- Micropore;
- Algodão;
- Ataduras;
- Band-Aid;
- Fita adesiva;
- Compressas de gaze esterilizada;
- Solução fisiológica instantânea;
- Água oxigenada;- Álcool 70%;
- Pinças;
- Termômetro;
- Cotonetes.


RECOMENDAÇÕES AOS
SOCORRISTAS





OBSEVE BEM O LOCAL E A SITUAÇÃO AGINDO COM CALMA PARA NÃO SE


TORNAR MAIS UMA VITIMA!


PROCURE SEMPRE CONHECER A HISTÓRIA DO ACIDENTE


PEÇA OU MANDE PEDIR UM RESGATE ESPECIALIZADO ENQUANTO VOCÊ
REALIZA OS PROCEDIMENTOS BÁSICOS


SINALIZE E ISOLE O LOCAL DO ACIDENTE


DURANTE O ATENDIMENTO UTILIZE, DE PREFERÊNCIA, LUVAS E
CALÇADOS IMPERMEÁVEIS





Luxação


É o
deslocamento de um ou mais ossos para fora da sua posição normal na
articulação. Os primeiros socorros são também semelhantes aos da fratura
fechada. Lembre-se de que não se deve fazer massagens na região, nem tentar
recolocar o osso no lugar.





FRATURAS






Fratura é a quebra de um
osso. Pode ser completa (quando separa partes ósseas) ou incompleta (fissura).





Classificação de fraturas:





fechadas: quando não há solução de continuidade entre a pele
e o osso fraturado


abertas: quando existe um ferimento no local da fratura,
porém o osso não se expõe


expostas: quando existe uma abertura na pele, por onde se
expõe parte do osso fraturado


Como diagnosticar uma
fratura:





A inchação a deformidade e a
dor são os sintomas mais comuns.


Para melhor avaliação
estimule o socorrido a mobilizar o membro afetado.





Perda de sangue em fraturas





As vítimas que apresentarem
sinais de fratura do fêmur e fraturas múltiplas na bacia devem ser levadas ao
hospital imediatamente pois essas fraturas costumam sangrar muito.


Ao sofrer uma fratura do
fêmur, a vítima poderá perder até 1,5 litros de sangue. Já se apresentar
fraturas múltiplas da bacia este mesmo paciente poderá perder até 3 litros de
sangue.





Como prestar socorro





Imobilize o local de modo a
impedir que o osso fraturado se mexa e danifique as partes moles. A
imobilização costuma reduzir a dor.


Não tente de forma alguma
colocar o osso no lugar. Se houver ferimento na pele, lave com água e sabão e
coloque uma compressa de gaze cobrindo a região afetada, antes de imobilizar.











CORPOS ESTRANHOS





Pequenas partículas de
poeira, carvão, areia, grãos, pequenos insetos podem penetrar no nariz, ouvidos
e olhos. São chamados de corpos estranhos.





Nos olhos


lave bem os olhos com água corrente ou soro fisiológico


evite esfregar os olhos


não tente retirar os corpos estranhos caso não sejam
removidos com a água


cubra totalmente o olho afetado com um tampão de gaze
esterilizada enquanto aguarda o atendimento pelo oftalmologista


No nariz


solicite à vítima que force a saída de ar pela narina
obstruída, enquanto você comprime a outra narina


No ouvido


nunca tente retirar corpos estranhos dos ouvidos a exceção
dos insetos


para retirar insetos, pingue algumas gotas de óleo no ouvido
afetado. O óleo irá imobilizar os movimentos de asas ou patas do inseto.
Incline a cabeça para o lado na tentativa de colocar o inseto para fora do
ouvido, que deverá deslizar com o óleo.








HEMORRAGIAS





A hemorragia é a perda de
sangue ocasionada pelo rompimento dos vasos sangüíneos.


Toda hemorragia deve ser
controlada imediatamente, pois grandes perdas sangüíneas podem levar ao estado
de choque e à morte em poucos minutos.





Cuidados frente à Vítima de
Hemorragia





se a hemorragia for intensa coloque o paciente deitado, pois
ele poderá apresentar sensação de desfalecimento, queda da pressão arterial e
mal estar geral. Esses sintomas costumam desaparecer com o doente deitado, em
repouso.


caso a hemorragia seja devida a ferimentos nos membros
superiores ou inferiores eleve o membro afetado acima do nível da cabeça.


comprima a região com pequenos pedaços de gaze ou pano, que
não devem ser removidos para que não desfaçam o coágulo que evita a
continuidade do sangramento.


nunca aplique garrotes ou torniquetes no membro atingido


nunca utilize panos grandes ou absorventes, pois dão a falsa
impressão de controle da hemorragia.






insolação
Insolação é o numero de horas
que o sol esta descoberto acima da linha do horizonte.


Os sintomas podem
incluir intensa falta de ar, dor de cabeça, náuseas e tontura; temperatura do corpo elevada;
diarreia; pele quente, avermelhada e seca; extremidades arroxeadas, hipertermia, espasmos convulsivos,
incapacidade motora, confusão mental e inconsciência.
Não há suor.


Para tratar de uma
pessoa que sofreu insolação deve-se:



levar a pessoa para um local
fresco e arejado;
deitá-la com a cabeça elevada;
colocar compressas
frias sobre a cabeça e envolver o corpo da vítima com toalhas molhadas
(água e vinagre);
encaminhar o acidentado ao serviço
médico;
beber muito líquido (água e suco natural).


O que fazer:


O objetivo inicial é
baixar a temperatura corporal, lenta e gradativamente até o momento da consulta
médica.


Remova o acidentado
para um local fresco, à sombra e ventilado. Se possível coloque-o numa sala com
ar condicionado frio, ou sob o fluxo de um ventilador.


Remova o máxima de
peças de roupa do acidentado.


Se o acidentado
estiver consciente, mantenha-o em repouso e recostado ( cabeça elevada ).


Ofereça bastante água
fria ou gelada ou qualquer líquido não alcoólico para ser bebido.


Se possível borrife
água fria em todo corpo do acidentado, delicadamente.


Aplique compressas de
água fria na testa, pescoço, axilas e virilhas. Assim que possível coloque o
acidentado imerso em banho frio ou envolto em panos ou roupas encharcadas.


É importante observar
os sinais vitais do acidentado. No caso de parada respiratória, deve-se
realizar respiração artificial, associada à massagem cardíaca.


Uma vítima de
insolação não deve voltar ao ambiente da ocorrência imediatamente após a
recuperação, ela ainda demonstrará sensibilidade à alta temperatura.





A
Desidratação

A desidratação é a perda de líquidos e sais minerais do corpo. Normalmente,
perdemos em média 2,5 litros de água por dia, seja pela urina, fezes, suor ou
até mesmo pela respiração. Essa perda pode ser aumentada por vários fatores no
verão. O aumento da transpiração, ou ainda alterações provocadas pela ingestão
de alimentos contaminados ou mal conservados como vômitos e diarréias são mais
freqüentes neste período
Quando uma pessoa está desidratada, ela apresenta sede, fica muito tempo sem
urinar, com a boca e mucosas secas, olhos ressecados e fundos e mais irritada.
A desidratação pode ser grave e por isso, deve ser evitada. Algumas dicas
importantes para prevenir a desidratação são: prefira local arejado e com
sombra, use roupas leves, e ingira constantemente líquidos, deve-se estar
atento também aos alimentos consumidos.
O soro caseiro pode ser utilizado sempre que se suspeitar de uma desidratação.
Ele deve ser feito misturando uma colher de chá de açúcar e uma colher de café
de sal em um litro de água. Deve-se oferecer à pessoa desidratada à vontade a
cada 20 minutos e após cada evacuação no caso de diarréia. Há casos em que a
desidratação se torna mais grave sendo necessário o atendimento hospitalar.


Animais peçonhentos


Animais peçonhentos
são todos aqueles capazes de inocular veneno (peçonha). Os acidentes mais
comuns com crianças em nosso meio envolvem serpentes (ofidismo), aranhas
(aracnismo), escorpiões (escorpionismo), lagartas urticantes (erucismo) e
abelhas .


Os acidentes com estes
animais são relativamente freqüentes, mesmo nas cidades. Apenas no Brasil, são
notificados cerca de 20.000 casos de picadas por serpentes a cada ano! Muitos
são tratados com medidas caseiras e pouco apropriadas.


Existem muitos mitos
envolvendo o cuidado de crianças vítimas de acidente com animais peçonhentos.
Saber como proceder nestes casos é de extrema importância e ajudam a evitar o
desenvolvimento de complicações mais sérias.


Picada de serpente: o que deve ser feito?


Inicialmente, é
preciso recordar as características mais facilmente identificáveis das cobras
venenosas: cabeça triangular e com escamas, pupila em fenda e cauda afilando
rapidamente (as corais são a única exceção a essa regra).


As manifestações da
picada variam de acordo com o tipo de serpente e a quantidade de veneno
injetada. Picadas de Jararaca tendem a ser dolorosas e
acompanhadas de inchaço (edema) e rouxidão (equimose) no local. Podem ocorrer
sangramentos pelo nariz e gengivas, sugerindo inoculação de grande quantidade
de veneno. Alguns dias após, pode haver formação de abscessos extensos. Se não
tratada, a picada de jararaca é mortal em 8% dos casos.


O veneno da Cascavel
causa degeneração difusa da musculatura e insuficiência renal. Além disso, pode
ocasionar distúrbios visuais, dores cervicais, confusão mental e parada
respiratória. Normalmente, as alterações no local da picada são discretas, com
pouca dor, e os sintomas podem levar algumas horas para surgir. A picada de
cascavel é uma das mais fortes entre as serpentes: cerca de 72% das pessoas
não-tratadas e até 11% daquelas que recebem o tratamento falecem em decorrência
de complicações relacionadas ao seu veneno.


Felizmente, os
acidentes provocados por Corais são raros. As corais são cobras
pouco agressivas, com hábitos noturnos e vivem quase sempre em abrigos
subterrâneos. Além disso, têm a boca pequena e presas fixas, o que dificulta um
pouco a picada. O seu veneno provoca paralisia dos músculos respiratórios,
podendo levar à parada respiratória – causa da maioria das mortes.


Em todos os acidentes
com serpentes, o local da picada deve ser limpo (preferencialmente com água e
sabão de coco) e mantido elevado.


Nunca se deve fazer
garrotes ou cortes no local da picada. A pessoa deve ser tranqüilizada, mantida
em repouso e encaminhada ao hospital mais próximo o mais rápido possível.


Picada de aranha: o que deve ser feito?


A Viúva negra
é comum nas regiões praianas. Seu veneno possui uma ação potente sobre o
sistema nervoso central. Picadas de viúva negra devem ser tratadas com soro
específico e medicamentos sintomáticos administrados no hospital.


A Caranguejeira,
apesar de seu aspecto assustador, não possui veneno. Sua picada causa alguma
dor e pode ser complicada por reações alérgicas – em geral, desencadeadas pelo
contato com seus pêlos.


A Aranha de
Jardim possui pouco veneno e sua picada ocasiona apenas dor local, que
cede com analgésicos comuns.


As Armadeiras
são aranhas agressivas e grandes, comumente confundidas com as caranguejeiras.
São conhecidas por se apoiarem nas patas traseiras, levantando as dianteiras e
dando saltos de até 30 cm quando atacam ou se sentem acuadas. Sua picada causa
imediatamente dor intensa no local e a pessoa pode apresentar tremores,
convulsões, salivação excessiva, aceleração dos batimentos cardíacos,
distúrbios visuais e choque. Apesar destas manifestações, a maioria das pessoas
melhora com o tratamento adequado e a morte é extremamente rara.


As Aranhas
Marrons não são agressivas e picam apenas quando espremidas.
Encontram-se no interior das residências, dentro de sapatos e roupas. A picada
geralmente ocorre no ato de se vestir e pode levar até 24h para tornar-se
dolorosa, o que muitas vezes leva à demora no uso do soro apropriado.
Felizmente, a maioria dos acidentes com aranhas marrons são de pequena
importância, mas algumas pessoas podem desenvolver insuficiência renal aguda,
anemia aguda e distúrbios da coagulação.


Toda pessoa vítima ou
com suspeita de picada de aranha deve ser avaliada por um médico, ainda que a
aplicação de soro antiaracnídeo polivalente raramente seja necessária. A medida
imediata mais correta é limpar o local da picada com água e sabão, aplicando
anti-sépticos se possível.


Picada de Escorpião: o que deve ser feito?


Os acidentes com
escorpiões representam grande importância entre os acidentes com animais
peçonhentos, seja pela alta incidência ou pela gravidade dos casos,
principalmente em crianças com menos de 7 anos ou desnutridas.


Os principais
escorpiões encontrados no Brasil são o Marrom e o Amarelo, sendo este último o
de veneno mais tóxico. Picadas de escorpião amarelo podem ocasionar náuseas,
salivação excessiva, diarréia, dor abdominal, dor de cabeça, escurecimento da
visão, tonturas, tremores, espasmos musculares, arritmias cardíacas, alterações
da pressão arterial, convulsões, choque e coma. O tratamento varia de acordo
com a gravidade das manifestações.


Como em muitos outros
acidentes com animais peçonhentos, a medida inicial recomendada é lavar o local
com água corrente e sabão, se possível aplicando um anti-séptico tópico. Em
seguida, a pessoa deve ser levada ao hospital para administração do soro
anti-escorpiônico e, de acordo com o caso, internação – nos casos graves,
manter a pessoa sob observação no CTI é de extrema importância, dada a grande
mortalidade dos casos que evoluem para edema pulmonar agudo.


Contato com Lagarta
Urticante: o que deve ser feito?


Os acidentes
envolvendo lagartas urticantes são chamados de Erucismos. Esses animais recebem
uma variedade de nomes, tais como bicho cabeludo, lagarta-de-fogo,
lagarta-de-hera, mandruvá, mucuarana, taturana, etc.


A maioria dos
acidentes ocorre no verão e no início do outono, quando as larvas eclodem de
seus ovos. Elas podem ser encontradas em goiabeiras, abacateiros, nogais,
cajueiros, roseiras, cafeeiros, eucaliptos, figueiras, bananeiros, mamoeiros,
mandioqueiras, seringueiras e outras plantas.


Normalmente uma
lagarta é portadora, em alguma fase de seu desenvolvimento, de pêlos ou
espinhos ou cerdas que, direta ou indiretamente, podem causar acidentes nos
seres humanos. Estas estruturas desprendem-se ao contato, inoculando o veneno.


Na maior parte dos
casos, as vítimas são crianças, que tocam as lagartas por curiosidade. As
manifestações do veneno são muito variadas e dependem de vários fatores –
espécie da lagarta, tipo do pêlo, quantidade do veneno, duração do contato, etc.
A queimação local, com ou sem coceira, ocorre em quase todas as situações,
podendo permanecer por horas. Ainda podem ser observados vermelhidão, bolhas e
descamação no local do contato, mal estar, insônia, febre, náuseas e vômitos.


Não existe antídoto específico
para o Erucismo. O tratamento é basicamente sintomático, limpando-se
cuidadosamente a área afetada. Uma vez que a dor não é provocada apenas pela
ação direta do veneno, mas também pela trepidação dos pêlos da própria pessoa
no local sensibilizado (p.ex.: braço, coxa), indica-se raspagem do local com
lâmina de barbear (a raspagem deve ser rápida, evitando manipulação demasiada).


Se o local acometido
não puder ser raspado, a aplicação de uma pomada de vaselina ajuda a imobilizar
os pêlos, diminuindo um pouco a dor. Gelo local pode ser útil nos casos de dor
mais intensa. É sempre aconselhável procurar atendimento médico para avaliar a
gravidade do acidente.


Picada de Abelha: o que deve ser feito?


Ao picarem, a s
abelhas perdem o ferrão e parte do abdômen, o que ocasiona a sua morte. A dor é
intensa e geralmente desaparece após alguns minutos, ficando o local vermelho e
inchado.


Como em muitos outros
casos, as manifestações decorrentes da inoculação do veneno da abelha dependem
de vários fatores, tais como sensibilidade individual, potência e volume do
veneno, estado geral de saúde, idade, etc. O local da picada também é
importante: picadas na região da face e do pescoço possuem maior potencial de
gravidade.


A pessoa pode
apresentar vertigem, urticária, náuseas, vômitos, diarréia, falta de ar,
taquicardia, queda da pressão arterial, crises convulsivas, insuficiência
renal, distúrbios hemorrágicos e choque.


Calcula-se que sejam
necessárias cerca de 400 picadas simultâneas para ter um efeito letal um adulto,
apesar de alguns apicultores já terem sido atingidos por um número superior a
mil abelhas e não terem evoluído desta maneira.


A medida mais imediata
deve ser a remoção do ferrão – quanto mais tempo ele permanecer no local, mais
ele vai se aprofundando e injetando o restante do veneno.É importante observar
que o ferrão JAMAIS deve ser removido com os dedos ou pinças, pois estes
pressionam a bolsa de veneno. Deve-se utilizar uma lâmina de barbear ou faca ou
outro material pontiagudo e limpo, bem rente à pele, raspando-se de baixo para
cima. O local deve ser lavado com água corrente e sabão de coco. O uso de
desinfetantes (p.ex.: álcool, iodo) é bem-vindo.


Nos casos de picadas
múltiplas ou com manifestações preocupantes, recomenda-se avaliação médica.
avatar
GOMES

Mensagens : 58
Data de inscrição : 18/10/2012
Idade : 29
Localização : Belo Horizonte - MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: IMPORTANTE - NOÇOES BÁSICAS DE PRIMEIROS SOCORROS

Mensagem por BIASOLI em Qua Nov 14, 2012 8:30 am

QRA Biasoli. Muito boa dica Gomes. Estou preparando um curso de pronto socorrismo para ministrar no curso preparatório para instrutores de tiro. Assim que estiver pronto marcaremos uma data para irmos a BH e trocarmos figurinhas (ah, ah, ah). QAP

_________________
1SGT Biasoli - CMDTE ARU/SP / Masada
www.rapinas.com / http://forum.rapinas.com / https://facebook.com/RapinasAirsoft
18 9 8134-3333 tim / skype biasoli.airsoft / biasoli@rapinas.com
[/center]
avatar
BIASOLI

1SGT BIASOLI - CMDTE ARU/SP


Grupo : Rapinas - Airsoft Team ARU SP
Mensagens : 266
Data de inscrição : 22/10/2012
Idade : 58
Localização : Araçatuba, SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: IMPORTANTE - NOÇOES BÁSICAS DE PRIMEIROS SOCORROS

Mensagem por HUGO em Qua Nov 14, 2012 10:39 am

muito bom biasoli

_________________

1º TEN HUGO - M4A1
CMDTE RAPINAS AIRSOFT TEAM
- BH/MG - < PERFIL >
http://rapinas.com / https://facebook.com/RapinasAirsoft
31 9 9183-5171 tim whatsapp / 8784-5066 oi / skype jocelius / comando@rapinas.com
avatar
HUGO

1TEN HUGO - CMDTE RAPINAS



Grupo : Rapinas - Airsoft Team BH MG
Mensagens : 1601
Data de inscrição : 19/10/2012
Idade : 47
Localização : Belo Horizonte - MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: IMPORTANTE - NOÇOES BÁSICAS DE PRIMEIROS SOCORROS

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum